Tag

petraglia

Browsing

[poll id=”8″]

* * * Enquete encerrada após 24 horas de votação.

Até o momento, Petraglia, Gaede e Rink são os nomes fortes das três chapas que aparecem como alternativas nas eleições do Atlético Paranaense, que acontece mês que vem. Gaede, candidato ao Conselho Deliberativo, conta com João Alfredo para o Conselho Administrativo. Na chapa da situação, Petraglia assumiria o Deliberativo enquanto Luiz Salim Emed seria o nome para o comando do Conselho Administrativo em caso de reeleição. Já na recém-lançada chapa de Paulo Rink, o ex-jogador é candidato à presidência do Conselho Administrativo e aposta em Pedro Corat para a direção do Conselho Deliberativo.

De acordo com a página do Twitter da torcida Os Fanáticos (@tof_oficial), a organizada apoiará a chapa CAPGigante, de Mario Celso Petraglia, na eleição deste final de ano do Atlético Paranaense. O apoio da Fanáticos, maior torcida organizada do clube e com um generoso número de sócios do Atlético votantes no pleito, é considerado um importante passo para a reeleição de Mario Celso Petraglia.

petraglia fox1

Ontem (16) à noite, durante participação ao vivo no programa Boa Noite Fox, Mario Celso Petraglia, presidente do Atlético-Pr, disse que a imprensa paranaense é a pior do Brasil. Além de outros temas polêmicos, Petraglia confirmou a intenção de usar grama sintética na Baixada a partir de 2016. A documentação para a liberação do novo gramado já teria sido encaminhada à CBF e à CONMEBOL. Uma das motivações para a troca é o valor da manutenção de um gramado natural “a nível FIFA” que, segundo o presidente, custa, pelo menos, R$200 mil/mês. Mais uma vez, Petraglia prometeu o Atlético Paranaense campeão mundial em um prazo de 10 anos.

marin, nicolas - petraglia

Ora, pois. Vejam só. Entre os indiciados no escândalo deflagrado hoje (27) em uma ação conjunta das Polícias dos Estados Unidos e da Suíça que derrubou cartolas de todos os continentes está Nicolás Leoz, presidente da Conmebol entre 1986 e 2013. Neste meio período, Leoz mandou o Atlético Paranaense, de Mario Celso Petraglia, finalista da Libertadores de 2005, jogar a partida de ida das finais em Porto Alegre, que fica a mais de 700 km da capital paranaense.

O regulamento exigia que o time mandante deveria jogar em um estádio com capacidade de pelo menos 40 mil espectadores. O Atlético construiu arquibancadas provisórias na Arena da Baixada e conseguiu a liberação do corpo de bombeiros para tal capacidade.

Na ocasião, o então presidente da Conmebol não quis ceder ao apelo das autoridades de segurança pública, que alertaram o risco de colocar duas torcidas na estrada e que também chegaram a liberar a capacidade exigida para que a partida fosse realizada no estádio atleticano.

Leoz mandou o jogo para o Rio Grande do Sul, distante da Arena, grande trunfo atleticano naquela competição. Melhor para o São Paulo, de Marin, amigo de Leon e indiciado no mesmo escândalo, que acabou sendo o campeão daquele torneio.

Foto: Ivonaldo Alexandre – Gazeta do Povo petraglia - ivonaldo alexandre -gazeta do povo

de Fernando Rudnick, Gazeta do Povo:

A reunião extraordinária do Conselho Deliberativo do Atlético terminou com bate-boca e ânimos exaltados nessa segunda-feira (18), no CT do Caju. Com presença de cerca de 150 conselheiros, o encontro foi tranquilo nos dois primeiros assuntos: aprovação das contas de 2014 e eleição do conselho de administração da CAP S/A – o presidente Mario Celso Petraglia foi reeleito. Quando a pauta foi aberta a assuntos gerais, porém, a confusão começou.

Foto: Ivonaldo Alexandre – Gazeta do Povo petraglia - JL

Mario Celso Petraglia:

Chegamos aos vinte anos do projeto que vem transformando o Atlético Paranaense. Vinte anos de trabalho quase ininterrupto. Vinte anos levantando a cada dia com a missão e o compromisso de fazer um clube cada vez mais forte e indo dormir com a percepção de que ainda há muito o que fazer. Mesmo durante o hiato de três anos que atrasou todo o planejado e dificultou o caminho com uma administração desastrosa que nos levou à segunda divisão e a inúmeros prejuízos, o projeto continuava vivo na minha cabeça e na de muitos atleticanos que entenderam nossas reais necessidades. Mas mesmo assim, são vinte anos, de modo geral, de avanços. Sempre, em todos eles, esticando o cobertor curto, dando nó em pingo d’água, nos virando para conseguirmos crescer sempre e diminuir essa desvantagem histórica entre nós e os clubes que já ocupam espaço entre os grandes do Brasil há mais tempo. Não sei mais o que é viver sem pensar nisso. Buscar soluções. Imaginar caminhos. Tudo o que não podem é dizer que um dia sequer deixei de trabalhar para que o Atlético Paranaense chegasse onde nem o mais otimista atleticano há vinte anos poderia imaginar.

Foto: Hugo Harada – Gazeta do Povo. foto hugo garada - gazeta do povo

Informa a Gazeta do Povo que um grupo liderado pelo Farinhaki, ex-presidente do Atlético-Pr, se reuniu ontem à noite no Restaurante Madalosso para discutir a atual situação do clube. Fleury, outro ex-presidente atleticano, também esteve no evento. Mais de 200 pessoas compareceram à reunião onde evitou-se, por enquanto, comentar diretamente sobre um candidato de oposição.

walter - alan ruiz

Começa a chegar o pacote de reforços prometido por Mario Celso Petraglia para tirar o Atlético- Pr da crise e montar um time competitivo para a disputa do Brasileirão e da Copa do Brasil. Depois de anunciar o volante Jadson ontem (leia aqui) o clube está perto de confirmar oficialmente a contratação de Walter. Ontem, após jogar pelo campeonato carioca, o atacante disse que aquela havia sido sua última partida com a camisa no Fluminense, pois ele estaria prestes a assinar o vínculo com o furacão. A expectativa é que o atleta desembarque em Curitiba entre hoje e amanhã. Além de Walter, o meia Alan Ruiz é outro que parece estar próximo de um acerto. A imprensa argentina noticiou o interesse do clube no jogador, que atualmente não tem conseguido espaço no San Lorenzo. A exemplo de Walter, Alan Ruiz é um pedido do técnico Enderson Moreira, que trabalhou com o jogador argentino em sua passagem pelo Grêmio. A tendência é que além desses pelo menos outros três reforços sejam confirmados até o início do Brasileirão, em maio.

mcelso
Petraglia já declarou voto em Ricardo Gomyde

Por Pedro Melo com informações de Felipe Dalke

O presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, é um dos principais críticos a gestão de Hélio Cury e em nenhum momento tentou esconder o seu apoio ao candidato da oposição nas eleições da Federação Paranaense de Futebol, Ricardo Gomyde. Em entrevista coletiva, o presidente atleticano declarou que está faltando transparência da FPF.

Petraglia confirmou que o Trio de Ferro da capital está entrando com um processo contra a atual gestão para saber o destino de alguns dinheiros. “Os três clubes da capital estão entrando na justiça contra a atual gestão para ter transparência. Queremos saber onde está o dinheiro do estádio, da antiga sede da FPF, os 10% dos clubes pelo campeonato e outras coisas.