Tag

popularidade

Browsing

dilma_

No dia em que o governo anunciou medidas para tentar sair da crise, um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostrou que 58,8% dos brasileiros acham que a situação econômica do país piorou e que 82% da população não confiam na presidente Dilma Rousseff.

A análise dos dados revela que, ao contrário do discurso usado à exaustão por membros do PT e da equipe da presidente, a insatisfação com a gestão de Dilma não vem apenas das camadas mais ricas da população. De forma proporcional, foram justamente as famílias das classes D e E que perceberam uma queda na qualidade de vida nos últimos seis meses.

dilma - ana maria braga

Ela já andou de bicicleta, saudou a mandioca e inventou a “mulher sapiens”. Nada disso, porém, deu resultado nem serviu para tirar sua popularidade do precipício. Agora, em mais uma tentativa de enfrentar a crise política, a presidente Dilma Rousseff vai tentar mudar a estratégia de comunicação, investir em conversas pela internet e “humanizar” sua imagem. As informações são da Agência Estado.

Além de aparecer mais em programas de TV, Dilma prepara uma ofensiva virtual, a menos de um mês dos protestos previstos para 16 de agosto contra seu governo. Na próxima semana, a Secretaria Geral da Presidência lançará o site “Dialoga Brasil”, uma plataforma que, mais adiante, terá até mesmo um aplicativo para celular. A meta é medir a temperatura da administração e planejar reações com antecedência.

dilma1

Pesquisa mostra que 75% dos entrevistados consideram ruim ou péssimo. Está pior avaliada que Collor em 1992.

Leandro Loyola, Época

O governo da presidente Dilma Rousseff bateu o recorde negativo de avaliação. Uma pesquisa feita em escala nacional, que chegou recentemente ao Palácio do Planalto, registra os piores resultados de um presidente da República desde junho de 1992, quando Fernando Collor estava perto do impeachment devido a acusações de corrupção e o país vivia uma crise econômica grave. Os números da pesquisa mostram que 75% dos entrevistados consideraram o governo Dilma ruim ou péssimo; apenas 7% consideram ótimo ou bom; e 18% avaliam como regular a administração. Em seu pior momento, Collor tinha 68% de ruim ou péssimo, 9% de ótimo ou bom e 21% de regular. A derrocada da avaliação do governo Dilma é uma tendência desde o início do ano. Há duas semanas, o Palácio do Planalto recebera uma pesquisa feita apenas em São Paulo, para consumo do PT, que indicava a queda do “ótimo e bom” de Dilma de 10% para 7% entre março e maio.

Leandro Loyola, Época

É uma daquelas pesquisas feitas para consumo interno, vá lá, mas os números assustaram o PT. Em São Paulo, quando perguntados sobre a administração da presidente Dilma Rousseff, apenas 7% dos entrevistados consideraram “boa ou ótima”, contra 10% em março. Em relação ao prefeito paulistano, Fernando Haddad, apenas 13% dos entrevistados paulistanos avaliaram “ótima ou boa”; eram 15% em março. É uma amostra de como será difícil a tentativa de reeleição de Haddad no ano que vem. Já a avaliação “boa e ótima” do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, caiu de 35% para 28% de março para cá.

Foto: Fernando Donasci / Agência O Globo lula - agencia o globo

d’O Globo:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem perdido prestígio. Segundo pesquisa Datafolha, a crise do governo da presidente Dilma Rousseff prejudica a imagem de Lula. De acordo com o levantamento, o índice dos que consideram o petista o melhor presidente da história caiu 21 pontos desde 2010.

Naquele ano, 71% dos eleitores consideravam Lula o melhor presidente da República. Em dezembro do ano passado, pouco tempo após a reeleição de Dilma, o prestígio do petista caiu para 56%. Na semana passada, a taxa reduziu e chegou a 50%.

Por outro lado, a atual crise de Dilma melhora a imagem do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Enquanto em 2010 apenas 6% consideravam FH o melhor presidente, o percentual agora chega a 15%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou menos.

Com a popularidade menor, Lula empataria tecnicamente com Aécio Neves, em uma nova eleição. Segundo a pesquisa, se houvesse uma nova eleição presidencial, o senador tucano ficaria com 33% dos votos. Lula teria 29% e Marina Silva, 14%. O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa aparece com 13%.

dilma_e_lula_3

do Ricardo Noblat:

O que mais deve preocupar a presidente Dilma Rousseff em meio ao tsunami de más notícias trazidas pela mais recente pesquisa do Ibope que ouviu 2.002 pessoas em todo o país entre os últimos dias 21 e 25: a queda na aprovação dela não se dá apenas entre os que votaram em Aécio Neves (PSDB) para presidente da República. Não.

Entre os que dizem ter votado em Dilma no segundo turno da eleição de 2014, a aprovação do seu governo caiu de 80% em dezembro último para 34% agora. Entre os partidários de Aécio caiu de 16% para 3%. Para 69% dos entrevistados, Dilma é culpada pelo esquema de corrupção na Petrobras. Para 60% deveria ser deposta.

dilma-foto1
De acordo com o instituto, 23% consideram o governo ‘regular’ e 64% ‘ruim ou péssimo’

d’O Globo:

BRASÍLIA – Apenas 12% consideram o governo Dilma Rousseff “ótimo ou bom”, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quarta-feira. De acordo com o instituto, 23% consideram o governo “regular” e 64% “ruim ou péssimo”.

Na pesquisa de dezembro, 40% consideravam o governo “ótimo ou bom”, o que representa uma queda de 28 pontos. Também na pesquisa anterior, 32% consideravam o governo “regular” e 27% de “ruim ou péssimo”.

O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 25 deste de março, com 2.002 pessoas em 142 municípios.

MANEIRA DE GOVERNAR

De acordo com o mesmo levantamento divulgado nesta quarta-feira, 19% dos brasileiros disseram aprovar a maneira de governar da presidente Dilma. Em dezembro, 52% da população aprovavam a maneira de governar de Dilma. O resultado de hoje mostra uma queda uma queda de 33 pontos.

Imagem: Jorge William / Agência O Globo dilma4.

do Noblat:

Daqui para frente, e só Deus sabe até quando, a presidente Dilma Rousseff viverá dentro de uma bolha para escapar do constrangimento de ser vaiada ou insultada pelos que a rejeitam.

E a se levar em conta a mais recente pesquisa de opinião pública do Datafolha, divulgada há dois dias, 63% dos brasileiros consideram o governo dela péssimo ou ruim. Só Collor teve rejeição maior (68%).

Dilma fez sua primeira aparição dentro da bolha, ontem, em Goiânia, onde esteve para autorizar investimentos do governo federal no BRT Norte-Sul. Viagem de propaganda, apenas.

dilma aprovação1

Com menos de três meses cumpridos de seu segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff atingiu a mais alta taxa de reprovação de um mandatário desde setembro de 1992, véspera do impeachment do então presidente Fernando Collor. Conforme pesquisa Datafolha feita entre segunda e terça, 62% dos brasileiros classificam sua gestão como ruim ou péssima. Há 22 anos, quando Collor estava prestes a cair, sua reprovação era de 68%. As informações são da Folha de S. Paulo.

gráfico - dilma aprovação 18.03 (Infográfico: Folha de S. Paulo);

Com indicadores de expectativa econômica batendo recordes negativos, a reprovação de Dilma subiu 18 pontos desde fevereiro.

A pesquisa foi feita com 2.842 eleitores logo após as manifestações de domingo, atos contra Dilma que levaram milhares às ruas.

Confira, a seguir, a avaliação por segmento e o índice do pior momento de cada presidente.

dilma - datafolha - ibope

Os institutos Datafolha e Ibope estão em campo para medir a popularidade da presidente Dilma Rousseff (PT) e a aprovação do governo do PT. A pesquisa Datafolha sai na Folha de S. Paulo entre quinta-feira (19) e sexta-feira (20). Hoje e amanhã (terça-feira,17), o Ibope faz sua pesquisa trimestral encomendada pela CNI, com divulgação prevista também para quinta ou sexta-feira. Dias atrás, o ex-presidente Lula levou para Dilma o resultado de uma pesquisa interna do PT. A aprovação da presidente era 18% em fevereiro, antes, é claro, do mega-protesto deste domingo, 15, que levou 2,2 milhões de brasileiros às ruas.