Tag

protesto

Browsing

do Bem Paraná

Curitiba foi palco, nesta quarta-feira (7), da quinta manifestação contra o presidente Michel Temer (PDMB) desde que ele assumiu o poder. Ele foi empossado presidente no dia 31 de agosto, após o Senado confirmar o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ao mesmo tempo, o grupo que convocou as cinco manifestações, o CWB Contra Temer, marcou um protesto contra o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a próxima segunda-feira.

protesto br

da Banda B

Um protesto de comerciantes que compram frutas e verduras da Central de Abastecimento do Paraná, Ceasa, promove um confronto com a polícia desde às 5 horas desta segunda-feira (14), em Curitiba. A Tropa de Choque foi acionada e utilizou bombas de efeito moral e balas de borracha contra os manifestantes, que revidaram utilizando pedras e ateando fogo em vários setores dos armazéns. O protesto é contra a abertura da Ceasa às 5 horas, o que é considerado muito tarde pelos comerciantes, que pedem a volta da abertura às 4 horas. O trânsito na BR-116 nos dois sentidos permaneceu totalmente interditado desde as primeiras horas da manhã, sendo liberado o sentido Curitiba apenas por volta das 9h. No sentido Fazenda Rio Grande, o bloqueio continua.

GC folhapress 13.03.16

da Folha de S. Paulo

O governador Geraldo Alckmin e o senador Aécio Neves (MG), ambos do PSDB, foram hostilizados em sua breve passagem pelo ato pró-impeachment ocorrido neste domingo (13) na avenida Paulista.

A manifestação é o maior ato político já registrado na cidade, superando inclusive o principal ato pelas Diretas Já, em 1984. Segundo números do Datafolha, 500 mil pessoas estiveram presentes na região da avenida Paulista.

No protesto, a participação de Alckmin e Aécio durou um pouco mais de 30 minutos.

protesto - curitiba

A Polícia Militar preparou esquema de segurança para a manifestação prevista para este domingo (13), em Curitiba. A coordenação é do 12º Batalhão e segundo o comandante, coronel Antônio Zanatta Neto, será garantido o direto à manifestação, mas inibidos atos de vandalismos e depredação do patrimônio público.

Participarão outras unidades da PM. O batalhão conta, ainda, com uma base de comando e monitoramento móvel, com a qual é possível acompanhar o deslocamento dos manifestantes e localizar pontos que necessitem de abordagem preventiva. Haverá patrulhamento a pé, com motos, viaturas, módulos móveis e helicóptero do batalhão de operações aéreas.

Denunciado na Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o deputado Vander Loubet (PT-MS) foi alvo de um protesto em Campo Grande, onde reside. Ele estava sentado à mesa de um café quando foi reconhecido por um grupo que passava pelo local. Em protesto, eles dançaram quadrilha em volta da mesa do político. O vídeo foi divulgado nesta terça-feira (9) pelo site O Antagonista. As informações são da Folha de Londrina.

Os manifestantes cantavam a tradicional música “Pula a Fogueira” e faziam menções a Lula, Dilma e à Polícia Federal. Loubet permaneceu imóvel e calado em sua cadeira. O petista é acusado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de recebimento de propinas que somaram R$ 1,028 milhão em esquema de corrupção instalado na BR Distribuidora.

mst - prf

Quatrocentos integrantes do MST realizam uma manifestação desde às 9 horas desta quarta-feira (3), no quilômetro 704, da BR-277, em São Miguel do Iguaçu. Todas as cancelas da praça de pedágio foram liberadas, sem previsão de término do protesto. Equipes da Polícia Rodoviária Federal estão no local. As informações do Paraná Portal.

Os manifestantes são do Acampamento Sebastião Camargo, Brigada José Marti e pedem ao Incra o assentamento proposto para as mil e duzentas famílias do acampamento, que fica às margens da BR-277, onde acontece a manifestação.

De acordo com o ofício, o governo federal teria assumido a responsabilidade de assentar as famílias e até o momento nenhuma atitude teria sido tomada.

estrada - protesto

O governo determinou nesta segunda-feira que a Polícia Rodoviária Federal aplique multa de R$ 1.915 aos caminhoneiros que bloquearem estradas. Protestos da categoria contra Dilma Rousseff (PT) afetaram rodovias e avenidas de 14 Estados nesta segunda-feira, 9. O movimento grevista, que pede a renúncia da presidente, foi organizado por motoristas autônomos desvinculados dos sindicatos e não tem previsão para acabar. As informações são de Veja.

manifestação - pt

Os organizadores dos atos marcados para esta quinta-feira (20), que fazem contraponto aos protestos pró-impeachment de domingo (16), chegarão às ruas divididos sobre a defesa do governo. As informações são da Folha de S. Paulo.

Grupos ligados ao PSOL e a Guilherme Boulos, líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), visto como dono da maior capacidade de mobilização, alertaram os demais movimentos que não defenderão Dilma Rousseff e que vão mirar temas sensíveis ao governo.