Tag

PSB

Browsing

ducci - stephanes

Nesta quinta-feira, 28, em Curitiba, o deputado federal Luciano Ducci (PSB) se encontrou com o ex-deputado Stephanes Junior (PMDB). Os dois são pré-candidatos a prefeito da capital paranaense e Stephanes deve enfrentar o deputado Requião Filho na disputa interna do PMDB. Já Ducci tem caminho livre para ser o candidato do PSB. Os dois afirmaram que a conversa foi “100% sobre Curitiba” e saíram animados do encontro.

carlos siqueira - 222

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, afirmou nesta terça-feira (22) que a maioria dos representantes do partido no Congresso apoiará um eventual pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). “Há uma tendência bastante forte de que se o impeachment chegar ao plenário da Câmara ele será aprovado também pela nossa bancada”, afirmou Siqueira. As informações são do Congresso em Foco.

alvaro dias - psb

O presidentes nacional do PSB, Carlos Siqueira, visitou o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) no apartamento do tucano em Curitiba e reiterou o convite ao senador para se filiar ao partido. Siqueira adiantou a Alvaro que o PSB está aberto à qualquer um dos dois projetos do senador nas eleições de 2018: a candidatura a presidência da República ou ao governo do Paraná. O presidente do estadual do PSB, Severino Araújo, acompanhou o encontro.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), líder do governo na Assembleia Legislativa, participou neste sábado, 8, do encontro estadual do PSB em Curitiba. “Venho saudar a eleição do novo diretório e a reeleição do Severino Araújo na presidência”, disse Romanelli que recebeu as boas vindas de Araújo e o deputado federal Luciano Ducci. Romanelli sentou na mesa que conduziu os trabalhos no encontro e também falou às mais de 500 pessoas presentes Bristol Hotel.

alvaro-dias-24.07

Nestes dias, o senador Alvaro Dias se dedica à costura política. É um craque. Em vários movimentos coordenados negociou sua ida para o PSB, sua saída honrosa do PSDB nacional, acertou-se com o irmão Osmar, que está no PDT e nas hostes de Dilma Rousseff, e atraiu Requião, do PMDB, para o seu projeto.

Agora costura a aliança de vários partidos menores. Tudo isso sem muito alarde para não estragar o alinhavo do PMDB e a costura invisível de setores do tucanato nativo que o acompanham.

alvaro_osmar_requiao.jpg

O senador Alvaro Dias, do PSDB, está pronto, de mala e cuia, para migrar para o PSB. Concluiu que o tucanato nativo não lhe dará espaço para candidatar-se a governador ou até mesmo a presidente da República, sonho de qualquer político.

Os tucanos da terra têm uma leitura própria para o caso. Acreditam que Alvaro Dias será candidato a governador e que comporá sua chapa em acordo com o PMDB de Requião. Sua chapa se completaria com Requião e o mano Osmar Dias, no PDT, como candidatos ao Senado.

Desde já, fica claro que esse projeto exclui o PT e o PSDB, condição que Alvaro, Osmar e Requião consideram confortável. A ida de Alvaro para o PSB foi comunicada ao governador Beto Richa por Severino Araujo, que sempre se recusou a fechar com Alvaro e com Requião. De onde se conclui que ele estará fora dessa grande manobra para 2018.

O tucanato palaciano acha que a articulação existe, se apresenta forte, mas que há muita água para correr sob a ponte antes de 2018. Ora, pois, fica evidente que Alvaro trabalha para deixar Beto Richa sem mandato de senador.

alvaro2

Informa a coluna Brasil Confidencial, da revista IstoÉ, que um discreto jantar na última quarta-feira (1), na casa do advogado do PSB, Wilfrido Marques, em Brasília, teria selado a ida do senador tucano Álvaro Dias (PSDB-PR) para a agremiação socialista. O encontro contou com a presença do presidente do partido, Carlos Siqueira.

Há 10 anos no PSDB, Álvaro Dias já teve passagens também pelo PMDB, PDT e PP.

S

Painel, Folha de S. Paulo:

A senadora Marta Suplicy formaliza nesta terça-feira sua desfiliação do PT depois de 33 anos. Na carta em que justifica a saída Marta diz: “No meu sentir, e de toda a nação, os princípios e o programa partidário do PT nunca foram tão renegados pela própria agremiação, de forma reiterada e persistente”. Para se precaver de uma esperada tentativa do partido de reivindicar seu mandato, a senadora afirma que o PT “se afastou completamente” dos princípios que a levaram a ajudar a criá-lo.

O dono – Na carta, de quatro páginas, Marta discute a titularidade do mandato ao afirmar que teve em 2010 mais de 8 milhões de votos e, por isso, deve fidelidade primeiro aos eleitores.

Sujeitos ocultos – No documento – que será protocolado à tarde, simultaneamente nos diretórios municipal, estadual e nacional do PT e na Justiça Eleitoral – Marta não cita nem Lula nem a presidente Dilma Rousseff.

Intervalo – A senadora não anunciará imediatamente seu destino. Ficará sem partido por algum tempo, enquanto prepara sua filiação ao PSB.

Foto: Nelson Almeida/ AFP aecio-neves-foto-nelson almeida

Do Globo:

Do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, no interior paulista, o candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) agradeceu neste domingo o apoio da candidata derrotada Marina Silva (PSB) e disse que a adesão dela leva a candidatura tucana a um “novo momento”.

— Hoje vou iniciar as minhas palavras agradecendo, de forma muito sincera, a manifestação que acaba de ocorrer em São Paulo de Marina Silva de apoio à nossa candidatura. Marina representa o sentimento de uma parcela muito expressiva da população brasileira que quer voltar a acreditar na política como instrumento de transformação — disse ele

Aécio foi informado ontem à noite por Marina, via telefone, de sua decisão.