Tag

PV

Browsing

traiano e rossoni

“O Rossoni não deixa a sigla. Estive com ele ontem, conversamos longamente, como ele também conversou com o governador Beto Richa. Permanecerá no PSDB, certeza absoluta”, disse o deputado Ademar Traiano, presidente estadual dos tucanos, na Folha de Londrina desta quarta-feira,24. A imprensa especulava que o deputado Valdir Rossoni aproveitaria a janela partidária para sair do PSDB.

A respeito das ‘deserções’ já anunciadas de Alvaro Dias e Alfredo Kaefer, Traiano diz que a saída do senador e do deputado se deu em função das conjunturas nacional (Alvaro intenta disputar a presidência da República) e local (de Kaefer em Cascavel). “Mas no mais, teremos novidades na sequência. Temos prazo até o dia 18 e isso tudo está sendo trabalhado” , disse Traiano.

fruet - salamuni

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) convidou o vereador Paulo Salamuni (PV) para assumir a liderança do governo no legislativo municipal. O anúncio será feito hoje. O cargo era exercido, até o ano passado, por Pedro Paulo (PT) – que irá assumir, nos próximos dois anos, a segunda secretaria da Câmara. O cargo a ser ocupado por Salamuni é considerado uma posição de poder, mas também de muita dor de cabeça. Ele será o responsável por fazer a ponte entre a prefeitura e a Câmara, uma relação que, desde o início, está sendo bastante complicada. Jonny Stica (PT) foi convidado para a vice-liderança. Com informações de Notas Políticas/Gazeta do Povo.

O Presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Paulo Salamuni (PV), enviou uma nota de esclarecimento ao Blog sobre os incidentes da sessão de hoje na CMC.
É o que segue:

“1. 1. Não procede a informação sobre um Projeto de Lei para a criação de cargos comissionados na Câmara Municipal de Curitiba. Pelo contrário, a partir do primeiro dia desta nova administração foi efetivada a extinção de 246 cargos em comissão, uma demanda antiga, solicitada pelo Ministério Público.

2. 2. Em relação à outra notícia, não houve, em momento algum, a alegada agressão ao assessor do vereador Professor Galdino, Fernando Tupan. O que ocorreu foi apenas o esclarecimento dos fatos e o restabelecimento da verdade. O único agravado fui eu, com palavras e expressões que atentaram contra minha dignidade.

Em comentário enviado ao blog, Rosane Ferreira, vice de Roberto Requião, falou sobre a decisão que vai tomar em relação ao segundo turno presidencial, após a escolha de Requião, que apoiará Dilma, e a decisão do PV, seu partido, que apoiará Aécio. É o que segue:

“Não sou mulher de perder o rumo. Muito pelo contrário, sei exatamente onde e quando quero chegar. Foi isso que fez em 2006 a primeira deputada estadual do Partido Verde do Paraná, e em 2010 a primeira deputada do Partido Verde do Brasil. Isto sem pertencer à família de políticos tradicionais, com pouquíssimos recursos e sem apoio de blogs como o seu. Não toco apitos ou frequento tocas. Amanhã, em reunião da diretiva estadual decidiremos se acataremos, e de que forma, a orientação da nacional.

Rosane Ferreira
Deputada Federal”
.

eduardo jorge - pv

De Felipe Moura Brasil, Veja:

O secretário de Relações Internacionais do Partido Verde, Fabiano Carnevale, informou no começo da tarde desta quarta-feira no Facebook a decisão do partido após reunião da Executiva Nacional em Brasília:

fabiaano carnav

Os outros 6 votos foram pelo apoio a Dilma e houve ainda 3 abstenções.

No primeiro turno, o candidato Eduardo Jorge (PV) obteve 630.099 votos (0,61%) e se destacou nos debates com o seu carisma, tornando-se um dos recordistas de memes na internet. Eduardo já tinha dito que, nestas eleições, o PV não ficaria neutro. Na reunião do partido, ele votou a favor do apoio a Aécio Neves (PSDB).

O presidente do Partido Verde em Londrina, Marcos Colli, foi transferido da unidade 2 da Penitenciária Estadual de Londrina para uma sala especial no quartel do Corpo de Bombeiros. Marcos Colli tem direito a cela especial por ser formado em Direito. Colli foi preso na tarde desta segunda-feira sob acusações de abuso de menores e pedofilia.

Saiba mais:
Encontramos a ponta do iceberg, diz MP sobre prisão de Marcos Colli
Marcos Colli foi afastado e Mário Takahashi assume PV em Londrina
Presidente do PV em Londrina é preso suspeito de pedofilia e abuso

Marcos Colli, Londrina, PV, Ministério Público, pedofilia

De Guilherme Batista, Bonde:

A promotora da 6.ª Vara Criminal de Londrina, Suzana de Lacerda, concedeu nova entrevista coletiva na noite desta terça-feira (21) para falar sobre a prisão do advogado Marcos Colli. Acusado de estupro de vulnerável, ele foi detido no início da noite de segunda (20) após a Justiça acatar pedido do Ministério Público (MP).

O Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu a prisão de Colli e mandados de busca e apreensão em diversos locais. Foram apreendidos computadores, brinquedos e roupas infantis. “O que eu posso falar é que encontramos a ponta do iceberg”, disse a promotora nesta noite sem revelar detalhes. O caso está sob segredo de Justiça por envolver vítimas menores de idade.

Saiba mais:
Presidente do PV em Londrina é preso suspeito de pedofilia e abuso

PV, Marcos Colli, preso, pedofilia, abuso sexual, menores, Gaeco, Londrina

Do G1 PR:

O presidente do Partido Verde (PV) em Londrina, no norte do Paraná, Marcos Colli, foi preso na tarde de segunda-feira (20) suspeito de abuso sexual de menores e pedofilia. A prisão foi efetuada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) quando o político saía de uma agência bancária na Prefeitura Municipal.

De acordo com os policiais, Marcos já era investigado há meses e teve a prisão decretada após novas denúncias e também buscas feitas na casa e nos computadores dele.