Tag

recessão

Browsing

desemprego_17

De O Globo

A economia brasileira encolheu 1,7% no terceiro trimestre, na comparação com o segundo trimestre do ano, informou o IBGE nesta terça-feira. É a maior contração da série histórica para um terceiro trimestre da série histórica do IBGE, de 1996, e a terceira retração seguida, prolongando o ambiente recessivo, que também já é o maior desde o início da série histórica do IBGE.

dilma-28.07

A presidente Dilma Rousseff citou, em reunião com ministros nesta segunda (27), cálculo indicando que os efeitos da Operação Lava Jato sobre a economia serão responsáveis pela queda de um ponto percentual do PIB em 2015.O comentário foi feito em meio a discussão sobre o atual cenário econômico. O país deve registrar recessão neste ano. As informações são do Estadão.

A equipe econômica admite oficialmente que haverá um recuo de 1,5% do PIB. Ou seja, desta queda, a presidente atribuiria a maior parte aos efeitos da Lava Jato. O mercado tem uma previsão mais pessimista: retração de 1,7% a 2,5% do PIB. Segundo participantes da reunião, Dilma não detalhou como o cálculo foi feito ou teceu mais comentários.

salario_minimo_1

do Ricardo Noblat:

Está ruim?

Você ainda não viu nada.

O rendimento do trabalhador nos últimos 10 anos caiu pela primeira vez em fevereiro último devido à inflação e à retração da economia.

A queda foi de 0,5% na comparação com fevereiro de 2014.

A taxa de desemprego subiu para 5,9%, o índice mais alto para meses de fevereiro desde 2011, segundo o IBGE.

Uma taxa de 5,9% representa uma piora tanto em relação ao resultado do mesmo mês no ano passado (alta de 0,8%) como em relação relação a janeiro (+0,6%).

O número de pessoas ocupadas atingiu 22,22 milhões, uma queda de 1% sobre janeiro. O número de pessoas à procura de vagas aumentou para 1,4 milhão (10,2%).

dolar.JPG-780

d’O Globo:

RIO — O dólar comercial fechou nesta terça-feira cotado a R$ 2,928, o maior valor desde 2 de setembro de 2004, depois de o Banco Central manter sua intervenção reduzida no câmbio. A divisa registrou alta de 1,13%, fazendo do real a moeda que mais perdeu valor frente ao dólar no mundo nesta terça-feira. Já a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) avançou 0,56%, aos 51.124 pontos, na contramão dos mercados globais. Puxou o índice de referência Ibovespa a Petrobras, que subiu após anunciar venda bilionária de ativos.

roberto z --

O quadro da economia brasileira começa a ficar dramático. O PIB negativo, a retração econômica apontada pelo Banco Central, a queda de 0,42% acompanhada de inflação acima do teto da meta (7,27%) e aumento da taxa básica de juros (Selic) na casa dos 12,75%. O próprio ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse ontem a investidores que o crescimento econômico pode ser negativo esse ano e o pessimismo do mercado ecoa nos setores produtivos, que já engavetam planos de investimentos. A situação complicada está registrada na manchete principal da Folha de Londrina desta quinta-feira, 19.

João Dória Junior

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado no segundo mandato do ex­-presidente Lula, em 2007, deveria tirar o Brasil o atraso estrutural em que se encontra e lançá­lo no caminho da prosperidade. Ventos da modernidade soprariam para alargar a estrada do amanhã. Oito anos depois, constitui só um dos mais expressivos símbolos do engodo que marca a administração pública do País nestes tempos de desprestígio de políticos e governantes.

Os números da deterioração da economia brasileira mostram um país totalmente diferente do que a presidente Dilma (PT) assumiu em 2011 e também do que ela apresentou aos brasileiros nas eleições de 2014. A saber: durante o governo da petista, a dívida pública federal (soma da dívida pública interna e externa) passou de 1,7 trilhão de reais em dezembro de 2010 para 2,3 trilhões de reais em janeiro de 2015, um crescimento de 35%.

herança - dilma --

O mesmo crescimento que não se repetiu no valor das ações da Petrobras. Descoberto o escândalo do petrolão, as ações que em 31 de dezembro de 2010 eram avaliadas em 27,29 reais, em 11 de fevereiro giravam em torno de 8,94 reais. Uma depreciação de “apenas” 67%. A desvalorização dos papéis da Petrobras contribuiu para a queda no Ibovespa, que no dia 3 de janeiro de 2011 estava com 69.962 pontos e hoje amarga menos de 50.000 pontos. O gráfico é da Veja.com.

O IPCA começou o ano pressionado, com alta de 1,24% em janeiro, a maior desde fevereiro de 2003 (1,57%), segundo o IBGE. Em dezembro, o índice já havia sido elevado (0,78%), resultado que levou o IPCA a fechar o ano de 2014 muito perto do limiar da meta do governo – ficou em 6,41% para um teto de 6,5%. O índice acumulado nos últimos 12 meses fechou em 7,14%, atingindo a maior alta desde setembro de 2011.