Tag

requiao

Browsing

_RIA2212

O Ministério Público do Paraná opinou pela continuidade de processo envolvendo o senador Roberto Requião (PMDB-PR) e Rodrigo Costa da Rocha Loures – cotado no governo para dirigir Itaipu – sobre desvio de R$ 23,7 milhões em fiscalização de obras em rodovias no Estado. O parecer do MP foi pela legitimidade do Fórum Nacional Contra o Pedágio como autor da ação. As informações são de Andreza Matais e Marcelo de Moraes na Coluna Estadão.

requiao

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou que a versão de um delator que o acusou de liderar um esquema de desvios no Conselho de Contribuintes e Recursos Fiscais, que julga questões tributárias no Paraná, são “vingança” contra ele. As acusações do delator, o auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, foram reveladas pela Folha em 4 de julho. A reportagem já contemplava a versão do governador, de que ele teria combatido a corrupção praticada por fiscais da Secretaria da Fazenda. As informações são da Folha de S. Paulo.

requiao-bala-de-prata

O senador Roberto Requião (PMDB) adiantou no jantar com o ex-presidente Lula e seis senadores que tem uma bala de prata contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e fez as contas. “Partindo de 22 votos e um universo de 57 senadores para conversar e dizer o que pretende, Dilma terá os 6 votos para o terço seguramente”, disse.

“Diante de tudo que tem ocorrido e resultado de minhas conversas no Senado, posso dizer que Dilma não volta apenas se não quiser”, completou Requião.

Lula e os senadores, se entreolharam, e fingiram que entenderam.

requiao (1)

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) perdeu mais uma Justiça. A 4ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba impugnou os recursos do senador na ação em que responde por contratação irregular na fiscalização dos pedágios no Paraná. A defesa de Requião tentou arguir a ilegitimidade do Fórum Nacional de Transporte – proponente da ação – que acusa Requião pela irregularidade e busca a devolução de R$ 40 milhões (valores atualizados) pagos ao IBQP (Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade), em contrato sem licitação em 2004, para fiscalizar as estradas pedagiadas.

requiao-eduardo

O ex-presidente do Porto de Paranaguá, Eduardo Requião – irmão do senador Roberto Requião (PMDB-PR) – e mais oito ex-gestores do porto foram multados em R$ 13.058,92 pelo TCE. O valor é uma punição por irregularidades na licitação da obra de construção do terminal de importação de granéis sólidos. A licitação foi aberta em 2007. Segundo o TCE, a comissão de licitação do porto teria deixado que três empresas participassem, mesmo com elas não cumprindo as exigências do próprio edital.

(foto: arquivo/google)

requiao

Chamou atenção dos advogados que trabalham no caso e dos deputados da base aliada na Assembleia Legislativa o fato do Gaeco só divulgar agora, passado mais de 12 meses, a delação do auditor fiscal Luiz Antônio de Souza do envolvimento do senador Roberto Requião (PMDB-PR) em esquemas de corrupção na Receita Estadual.

O depoimento de Souza foi prestado entre maio e junho de 2015 e só revelado agora quando o Gaeco encaminhou o caso a Procuradoria Geral da Justiça – órgão que comanda o Ministério Público Estadual. Para a imprensa, o Gaeco justificou que só “subiu” o depoimento agora por conta da grande quantidade de informações apuradas nas investigações. E disse que o depoimento foi mantido em separado por envolver um senador da República, que tem foro privilegiado – por isso não poderia ser investigado em Londrina.

requiao-arzua

Há duas semanas, o Gaeco encaminhou à Procuradoria Geral de Justiça trecho da delação do auditor fiscal Luiz Antônio de Souza, no âmbito da Operação Publicano, que atribui ao ex-governador e senador da República Roberto Requião (PMDB) envolvimento em esquemas na Receita Estadual. Com informações da Gazeta do Povo.

Em depoimento, o auditor fiscal afirma que quem “quisesse resolver problema na Receita tinha que falar com o Heron Arzua”, que foi secretário da Fazenda no governo Requião, entre 2003 e 2010. “O escritório (de advocacia) dele que resolvia sobre qualquer coisa. Ele tinha um escritório, filho, filha ou parente dele”, declarou o Luiz Antônio. Segundo ele, Arzua e Requião seriam sócios nesse escritório.

2111 requião paulo bernardo

O superintendente-adjunto da área de Fiscalização da Receita Federal em São Paulo Fábio Ejchel mostrou um esquema de desvio de dinheiro do funcionalismo público, tirando do bolso do servidor R$ 100 milhões. O senador Roberto Requião disse que a prisão de Paulo Bernardo é “desnecessária”.

No twitter, o senador Roberto Requião (PMDB) disse nesta quinta-feira, 23, que a prisão do ex-ministro Paulo Bernardo (PT), pela Operação Custo Brasil, é para “constranger”. “Não serei eu a defender Paulo Bernardo, mas sua prisão desnecessária destina-se a constranger a defesa da soberania do Brasil no impeachment”.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) voltou a atacar o juiz federal Sérgio Moro, o procurador Deltan Dallagnol e o Ministério Público Federal.

“Internacionalizando e privatizando toda a economia Deltan e Moro serão muito úteis em uma empresa privada de vigilância”, disse Requião nesta segunda-feira, 28, no twitter.

“É clara e evidente a concorrência entre Moro e os membros do MP por entrevistas e aparições publicas. Um verdadeiro e ridículo BBB. Poses!”, afirmou o senador.

requiao _ divulgacao

Pedro Ribeiro, Paraná Portal

O senador paranaense, Roberto Requião (PMDB), acaba de dar sinais de que, efetivamente, vai pendurar as chuteiras. Muito próximo dos 80 anos de idade, acaba de inflamar grande parte da população brasileira, em especial a paranaense, com a atitude insólita de assinar, como único peemedebista, documento – “Reclamação Disciplinar” – elaborado pelos senadores petistas encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Sérgio Moro, coordenador da Operação Lava Jato.