Tag

salamuni

Browsing

fruet - salamuni

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) convidou o vereador Paulo Salamuni (PV) para assumir a liderança do governo no legislativo municipal. O anúncio será feito hoje. O cargo era exercido, até o ano passado, por Pedro Paulo (PT) – que irá assumir, nos próximos dois anos, a segunda secretaria da Câmara. O cargo a ser ocupado por Salamuni é considerado uma posição de poder, mas também de muita dor de cabeça. Ele será o responsável por fazer a ponte entre a prefeitura e a Câmara, uma relação que, desde o início, está sendo bastante complicada. Jonny Stica (PT) foi convidado para a vice-liderança. Com informações de Notas Políticas/Gazeta do Povo.

fruet e salamuni -

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) já enfrenta os percalços da rejeição e desempenho pífio nas pesquisas. Agora está atrás de um líder de governo na Câmara de Vereadores de Curitiba. O primeiro sondado, Paulo Salamuni (PV) enfrenta resistências da base aliada e deve unificar a oposição que já conta com 14 dos 38 vereadores. Salamuni diz que vai aceitar a proposta de Fruet. “Mas é tudo que a oposição quer. Não vai ser fácil o trabalho nos próximos dois anos”, disse um vereador da base aliada de Fruet. O prefeito deve anunciar seu líder nos próximos dias.

camara - eleições

Depois de perder a batalha pelo comando da Assembleia Legislativa do Paraná, o PSC de Ratinho Junior mostrou a sua força na capital e conquistou a presidência da Câmara Municipal de Curitiba.

Em uma eleição tumultuada, o vereador Aílton Araújo (PSC) foi eleito presidente da Câmara Municipal de Curitiba com 25 votos contra Chicarelli (PSDC), que conseguiu 12 votos. As informações são do Bem Paraná.

A oposição apresentou diversos requerimentos tentando barrar a realização da eleição, todos barrados pelo presidente da Casa, Paulo Salamuni (PV). Os veradores alegam que a chapa liderada por Araújo se inscreveu fora do prazo, e que não poderia ter apoio do PSDC porque o partido também está na chapa de oposição.

Os vereadores de oposição gritaram, chamaram Paulo Salamuni de “ditador” e de Pinochet. A intenção é clara: levar a disputa pelo comando da Câmara Municipal para a Justiça.

O Presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Paulo Salamuni (PV), enviou uma nota de esclarecimento ao Blog sobre os incidentes da sessão de hoje na CMC.
É o que segue:

“1. 1. Não procede a informação sobre um Projeto de Lei para a criação de cargos comissionados na Câmara Municipal de Curitiba. Pelo contrário, a partir do primeiro dia desta nova administração foi efetivada a extinção de 246 cargos em comissão, uma demanda antiga, solicitada pelo Ministério Público.

2. 2. Em relação à outra notícia, não houve, em momento algum, a alegada agressão ao assessor do vereador Professor Galdino, Fernando Tupan. O que ocorreu foi apenas o esclarecimento dos fatos e o restabelecimento da verdade. O único agravado fui eu, com palavras e expressões que atentaram contra minha dignidade.

salamuni

O presidente da Câmara de Vereadores de Curitiba, Paulo Salamuni (PV), surtou na sessão desta quarta-feira. Atacou o jornalista Fernando Tupan que mantém um blog sobre os movimentos do legislativo municipal. A fúria de Salamuni diz respeito à revelação do blogueiro de que a mesa executiva estuda a criação de mais 38 cargos em comissão – uma proposta do presidente quando candidato em 2013.

O problema é que os ataques do presidente foram feitos da mesa executiva, o que não recomendado pelo regimento da Casa. Apartado e corrigido pelo vereador Professor Galdino (PSDB), Salamuni acusou o tucano de proteger o blogueiro, mas não ficou barato. Galdino chegou a sugerir que o presidente teria um problema sexual a resolver com o jornalista. Baixaria total marca a definição do próximo presidente do legislativo.

unnamed

Do Fernando Tupan

A Mesa Executiva da Câmara Municipal de Curitiba estuda a criação de mais 38 cargos comissionados. Notícias de bastidores dão conta que um advogado e um procurador, cedido ao gabinete do presidente Paulo Salamuni (PV), estariam preparando o projeto de lei e que na próxima quinta-feira deve estar no SPL. O acréscimo de cargos é uma demanda dos parlamentares e uma promessa de Salamuni quando candidato em 2012.

fruet culpa

É enorme a ansiedade. Gustavo Fruet, abochornado diante do desempenho pífio de sua administração, como não admite que é ele o principal responsável pelo fiasco, decidiu mudar a equipe. Imaginem as expectativas nos arraiais do PT, do PDT e assemelhados. Mas Fruet quer mesmo é melhorar sua posição entre os vereadores. Três deles estão cotados para assumir uma secretaria, segundo um porta-voz oficioso de Fruet. São eles: Paulo Salamuni (PV), Pedro Paulo (PT) e Paulo Rink (PPS). Salamuni assumiria a Secretaria do Meio Ambiente, Pedro Paulo a de Educação e Rink a de Esporte e Juventude. Salamuni e Paulo Rink concorreram a deputado federal, mas foram derrotados. Aliás, fragorosamente.