Tag

salário

Browsing

beto_richa01_02-2013

Da BandNews FM Curitiba:

Desde o dia 1º de janeiro o novo salário do chefe do Executivo paranaense passou de R$ 29,4 mil para R$ 33,7 mil. Com isso, os salários da vice governadora e dos secretários também serão reajustados. Segundo a legislação, Cida Borghetti (Pros) deve receber 95% dos vencimentos do governador, o equivalente a pouco mais de 32 mil reais. Já os secretários passam a ganhar 23 mil e 600 reais mensais, o equivalente a 70% dos vencimentos de Richa.

Uma Lei estadual de 2007 determina que o governador do Paraná deve receber o mesmo salário dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, o teto do funcionalismo público. Com isso, o chefe do executivo paranaense é o governador mais bem pago de todo o Brasil.

unnamed

Uma assembleia geral de motoristas e cobradores do transporte coletivo de Curitiba e região metropolitana está marcada para esta sexta-feira (16), em dois horários: às 9h e às 15h, na Praça Rui Barbosa, no Centro de Curitiba. O sindicato que representa a categoria marcou a assembleia dividida em dois turnos para discutir a pauta de reivindicações salariais para o ano de 2015. A data base da categoria é no mês de fevereiro, quando começam as negociações com o sindicato patronal.

Nove atos da Defensoria Pública foram considerados ilegais, entre eles a equiparação salarial e a incorporação do adicional por tempo de serviço.

Da Gazeta do Povo:

O Tribunal de Contas do Paraná (TC) determinou ontem a suspensão, em caráter liminar, de diversos benefícios, equiparações e promoções de carreira de defensores públicos do estado. Conforme a decisão, relatada pelo conselheiro Durval Amaral e acolhida por unanimidade pelos demais membros do Pleno do TC, nove atos da Defensoria Pública foram tomados de maneira ilegal e suspensos. A instituição tem 15 dias para recorrer da liminar.

Da Gazeta do Povo:

Um dos maiores empregadores do país, os Correios decidiram alterar a data de pagamento dos salários dos seus 125 mil funcionários no mês de dezembro.

A segunda parte do 13º salário também só será paga no dia 19 e não mais no primeiro dia de dezembro, como ocorre tradicionalmente. Funcionários da empresa disseram que há pelo menos 20 anos os Correios fazem a antecipação salarial e do benefício no período do Natal.

rossoni - mensagem

A mensagem do governador em exercício Valdir Rossoni, que propõe alteração na remuneração, promoção e demais vantagens da carreira de Defensor Público, foi lida na sessão plenária desta quarta-feira (12) na Assembleia Legislativa. Pela nova proposta, caberá exclusivamente ao governador autorizar aumentos salariais e promoções aos defensores públicos, respeitadas as regras de limite com gasto de pessoal previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal.

beto - defensores púb.

O governador Beto Richa (PSDB) voltou a classificar hoje (quinta-feira, 6) como “uma farra” os aumentos salariais de 87% que a Defensoria Pública concedeu aos defensores públicos no Paraná. “A Defensoria esqueceu o espírito público e a transformou em uma defensoria de super salários. Isso é uma farra e tem que acabar”, disse Beto Richa. O governador oficiou o controlador-geral do estado, Carlos Eduardo de Moura, para que investigue os super salários e as vantagens criadas, sem amparo e autorização legal, no órgão paranaense.

Ao jornal Gazeta do Povo, que trouxe na edição de hoje matéria detalhada sobre os super salários, Beto Richa disse que considera “inaceitável” a rápida ascensão dos defensores públicos. “Estou perplexo ao receber a informação desses aumentos descabidos, considero isso uma farra.” Para ele, o país como um todo passa por um momento em que “é preciso ter austeridade”. “Não tenho conhecimento de outra categoria que em menos de um ano teve [quase] 100% de aumento”, disse. Beto Richa enfatizou que nenhum servidor do governo tem auxílio-alimentação, já os defensores recebem R$ 710 por mês.

alex e vra

Em entrevista publicada na Gazeta do Povo de domingo, Alex criticou o atual presidente do Coritiba: “Mas muita coisa que está acontecendo no futebol brasileiro e principalmente no Coritiba fez com que eu tomasse essa decisão [da aposentadoria]. 80% do que eu conversei com o Vilson e o [Felipe] Ximenes não aconteceu. Assim é difícil acreditar nas pessoas. Então, como eu não me imagino vestindo a camisa de outro clube no Brasil a não ser a do Coritiba, eu resolvi parar. Se pelo menos 50% do acordado fosse cumprido, eu continuaria. No papel era muito bonito. Mas na execução não aconteceu nada. E olha que eu estou protelando. Tinha decidido parar depois do Paranaense”, disse Alex.