Tag

sp

Browsing

Leandro Loyola, Época

É uma daquelas pesquisas feitas para consumo interno, vá lá, mas os números assustaram o PT. Em São Paulo, quando perguntados sobre a administração da presidente Dilma Rousseff, apenas 7% dos entrevistados consideraram “boa ou ótima”, contra 10% em março. Em relação ao prefeito paulistano, Fernando Haddad, apenas 13% dos entrevistados paulistanos avaliaram “ótima ou boa”; eram 15% em março. É uma amostra de como será difícil a tentativa de reeleição de Haddad no ano que vem. Já a avaliação “boa e ótima” do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, caiu de 35% para 28% de março para cá.

murilo - parana

De Felipe Patury, Época:

O diretor do instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, acredita que a chave para se saber quem vencerá o segundo turno da eleição presidencial está no estado de São Paulo. O que definirá o jogo é se o presidenciável tucano Aécio Neves obterá vantagem sobre a presidente Dilma Rousseff nesse estado e de que tamanho será sua dianteira. Se Dilma conseguir reduzir a folga que Aécio conquistou no primeiro turno a menos de 5 milhões de votos, ela ganhará a eleição. Se Aécio tiver 5 milhões de votos a mais que Dilma em São Paulo, o vencedor será ele, presume Hidalgo. O número de pessoas que, em pesquisas estimuladas, diz ainda não ter escolhido seu candidato a presidente é pequeno. Um levantamento não registrado do Paraná Pesquisas calcula que apenas 5% do contingente de eleitores ainda não decidiu votar em Dilma ou Aécio.

Brazilian German Economic Meeting 2013

De Bruno Peres, Valor:

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, disse nesta terça-feira que dedicará toda sua atenção a São Paulo, maior colégio eleitoral do país, com propostas específicas para a região.

“São Paulo é um Estado muito importante. Não acho que dá para ganhar sem Estado nenhum, vou tentar ganhar em todos os Estados”, afirmou Dilma. A presidente obteve 25,82% dos votos dos paulistas no primeiro turno e Aécio, 44,22%.

tiririca - sp dp

Do G1 SP:

Segundo candidato a deputado federal mais votado nas eleições de 2014, com 1.016.796 votos, o deputado federal Tiririca foi eleito neste 5 de outubro para o próximo mandato, mas perdeu um em cada quatro eleitores na comparação com sua estreia na política em 2010.

Os 336.970 votos a menos nesta eleição representam quase 25% dos 1.353.766 que obteve há quatro anos. A participação de Tiririca no total de votos válidos também caiu de 7,26% em 2010 para 4,84% neste ano.

Em seu perfil no microblog Twitter, o deputado comparou o desempenho nas duas votações. “Em 2010 ganhei por voto de protesto e 2014 por voto consciente e o povo votou porque eu fiz valer o voto! mostrei o que um deputado faz! Obrigado, São Paulo! Vocês são uns meninos lindos!”

pt - sp humildade

Do G1 SP:

O presidente do PT paulista, Emídio de Souza, disse que o partido enfrenta problemas e que sua militância precisa de humildade para reconhecê-los. Ele lamentou a derrota de Eduardo Suplicy, que está há quase 24 anos no Senado, e acrescentou que a bancada petista na Câmara federal e na Assembleia Legislativa deverá diminuir.

Até por volta das 22h30, o TRE não tinha divulgado a lista dos deputados eleitos em São Paulo.

“Provavelmente haverá redução, que é um fenômeno que está acontecendo no país inteiro, é parte do jogo”, afirmou, após evento com o candidato derrotado ao governo em São Paulo, Alexandre Padilha.

“O PT tem que ter humildade para reconhecer problemas, o PT tem que ter humildade para reconhecer insuficiências, para poder abrir uma nova etapa da sua história.”