Tag

tarifa

Browsing

fruet - onibus

de Rogério Galindo, Caixa Zero, Gazeta do Povo:

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) deve anunciar na sexta-feira o novo valor da tarifa de ônibus de Curitiba. O preço que será cobrado dos passageiros ainda não está definido, mas a ideia inicial é aplicar apenas a inflação aos atuais salários de cobradores e motoristas (que representam cerca de 50% da tarifa) e repor os custos dos insumos do sistema. Com isso, a passagem deve ficar pouco acima de R$ 3,00. Possivelmente, ficará em R$ 3,05.

de Felipe Ribeiro, da Banda B:

Após a confirmação por parte da Urbanização de Curitiba (Urbs) de que a proposta do Governo do Estado para a renovação do subsídio da rede integrada não será aceito, o presidente da autarquia não descartou um novo aumento na passagem. Em entrevista ao jornalista Adilson Arantes na tarde desta segunda-feira (12), Roberto Gregório afirmou que a prefeitura toma todos os esforços para evitar o aumento, mas que a Urbs e o Fundo de Urbanização não podem assumir uma dívida que é do Estado.

Foto – Chico Camargo/CMC
camara-620x413
de Ivan Santos, Bem Paraná:

A Comissão de Economia, Finanças da Câmara Municipal de Curitiba aprovou, em reunião extraordinária, ontem à noite, por 5 votos favoráveis e 3 contrários, o projeto do prefeito Gustavo Fruet que aumenta de de 2,4 para 2,9% a alíquota do ITBI (Imposto de Transmissão Intervivos de Bens Imóveis) sobre o valor dos imóveis. Agora o projeto segue para a análise do plenário, em primeiro turno, amanhã. Também recebeu parecer favorável e vai para votação, com 7 votos favoráveis e 1 contrário, o projeto do prefeito que reajusta a planta genérica que serve de base para o cálculo do IPTU.

itaipu _-

do Estadão:

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (09) um reajuste de 46,14% na tarifa cobrada pela usina de Itaipu, administrada pela Eletrobras. A partir de 1º de janeiro, a tarifa, cobrada em dólar, será elevada de US$ 26,05 por kilowatt (kW) para US$ 38,07 por kW. O aumento terá impacto para as distribuidoras que atendem os consumidores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, que recebem a energia produzida pela usina.

fruet1

De Denise Mello, da Banda B:

Os poucos cabelos que o prefeito de Curitiba Gustavo Fruet (PDT) têm correm o risco de desaparecer. O alerta vem dele mesmo diante da complexa questão da Rede Integrada de Transporte (RIT), que envolve Curitiba e outros 13 municípios da Região Metropolitana. A conta não fecha e faz tempo. O déficit realmente existe, admitiu Fruet em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (1º) e algo precisa ser feito com urgência. “O transporte público me tira o sono, dá dor de cabeça e me faz perder os poucos cabelos que tenho. Não há milagre e há tempos que digo que é uma bomba-relógio”, afirma o prefeito.

De Rodrigo Batista, na Gazeta do Povo:

Integrantes da Frente de Luta pelo Transporte de Curitiba, organização que reúne movimentos sociais que buscam a redução no preço da passagem de ônibus, protocolaram na manhã desta terça-feira (11) um pedido de audiência com o prefeito de Curitiba Gustavo Fruet. Os integrantes querem explicações sobre o aumento na tarifa cobrada do usuário da Rede Integrada de Transporte, que subiu de R$ 2,70 para R$ 2,85.

fruet - passagem onibus

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) determinou novo aumento da passagem de ônibus de Curitiba e região metropolitana em coletiva de imprensa realizada pela Urbs nesta sexta-feira (7). O valor da tarifa do transporte público terá aumento de R$ 0,15 a partir da 0h próxima terça-feira (11). Portanto, a passagem de ônibus passará a custar R$ 2,85. Fruet já havia declarado, na quarta-feira (5), que medidas precisariam ser adotadas a curto prazo para equilibrar o déficit no sistema de transporte coletivo. Segundo o prefeito, a tarifa poderia subir ainda novembro.

fruet - ônibus

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) confirmou hoje (quinta-feira, 6) na Band News que a tarifa de ônibus de Curitiba vai aumentar. O aumento pode ser ainda este ano. Na opinião de Fruet, a tarifa de ônibus está congelada há dois anos e já no começo do próximo ano a tarifa técnica paga às empresas que operam o sistema vai sofrer reajuste e repassar para os usuários do sistema de transporte coletivo. Atualmente, a tarifa de R$ 2,70 é garantida por meio de subsídio do governo do Estado — de R$ 7,5 milhões por mês — e de R$ 4,5 milhões da Prefeitura, também mensal. A tarifa técnica está em R$ 3,18. O último acordo sobre o subsídio do Estado vai até 31 de dezembro.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL: Tarso    Foto: Caco Argemi/UPPRS

O governador Tarso Genro (PT-RS) e Dilma Rousseff (PT) estão prestes a deixar uma herança maldita para os gaúchos. O governador petista pediu um aumento de 34,99% na tarifa da luz da CEEE, a maior empresa de energia do Rio Grande do Sul. Dilma deve atender o pedido da estatal, pois só no Rio Grande ela já aumentou neste ano as tarifas da AES Sul em 29% e da RGE em 22%. O aumento da CEEE vai ser o segundo maior do País, só perdendo para a Elektro, de São Paulo, onde Dilma aplicou reajuste de 37%.

O governo federal está acionando constantemente as usinas térmicas, que são mais caras. Por isso a Aneel, agência do governo federal, também aumentou a luz em 34% no Pará, 32% no Alagoas, 25% no Piauí, 24% no Maranhão, 23,5% no Espírito Santo, 24% no Paraná, 22% em Santa Catarina e 21% em Goiás. O aumento para os gaúchos será decidido pela Aneel na próxima terça-feira, 21 de outubro.