Tag

tesoureiro

Browsing

vaccari2

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto visitou dois executivos da Andrade Gutierrez em São Paulo 53 vezes, entre 2007 e 2014, segundo o MPF. Embora não revele detalhes do que foi discutido nessas reuniões, os procuradores dizem que Vaccari foi apontado por delatores da Operação Lava Jato como “operador financeiro que articulava recebimento de vantagens indevidas para o Partido dos Trabalhadores”. As informações são da Agência Estado.

vaccari1-

da Folha de S. Paulo:

A defesa do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto informou nesta terça-feira (7) ao STF (Supremo Tribunal Federal) que ele permanecerá em silêncio durante acareação com o ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco. A acareação, marcada pela CPI da Câmara que investiga irregularidades na estatal, está prevista para quinta-feira (9).

vaccari 32312

O juiz Sérgio Moro, que conduz as ações penais da Operação Lava Jato, deu um prazo de 5 dias para o ex-­tesoureiro do PT João Vaccari Neto explicar depósitos em dinheiro na conta de sua mulher, Giselda Rousie de Lima. O esclarecimento pedido pelo magistrado se deu após um pedido de revogação da prisão preventiva de Vaccari, feito por sua defesa. As informações são do Estadão.

vaccari1 _12

O então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, aconselhou o partido a indenizar Marice Correa de Lima, sua cunhada, para evitar um processo em meio à campanha de Dilma Rousseff, em 2010. Marice teria procurado o cunhado afirmando não estar “suportando mais a pressão da mídia” em razão do envolvimento de seu nome no mensalão e, por isso, exigia do PT uma indenização. As informações são do Estadão.

lula - vaccari

do Claudio Humberto:

A língua do ex-tesoureiro do PT João Vaccari é muito temida em razão de suas ligações íntimas com o ex-presidente Lula. São tão ligados que Vaccari chegou a ser nomeado presidente da Caixa Econômica Federal no primeiro governo Lula. Não assumiu porque não tinha nível universitário. Depois, Vaccari fez o curso de Relações Internacionais de olho na boquinha. Mas era tarde. O supercargo na Caixa nunca veio.

A pretensão de Lula, nomeando Vaccari na Caixa, causou estranheza até nos lulistas mais empedernidos. Sabe-se agora porquê. Stalinista fervoroso, Vaccari virou tesoureiro do PT pela fidelidade a Lula. É capaz de pegar pena longa para proteger o ídolo.

Lula não parece seguro quanto à lealdade de Vaccari, a julgar pelos recados nervosos enviados ao ex-tesoureiro. Vaccari foi ao sacrifício na cooperativa dos bancários de São Paulo (Bancoop) para “limpar” o roubo, por lealdade a Lula e ao PT.

MarcioMacedoSauloCruzAgCamara2

de Josias de Souza:

Escolhido para substituir João Vaccari Neto na tesouraria do PT, o ex-deputado sergipano Márcio Macedo reúne-se nesta segunda-feira com o presidente da legenda, Rui Falcão, em São Paulo. Vai tomar pé da situação financeira da legenda. Que não é nada boa.

Com um segundo tesoureiro preso em menos de dois anos, o PT anunciou na semana passada sua decisão de não mais receber doações de empresas. Esqueceu de informar como pretende fazer para pagar as dívidas que acumulou nas eleições de 2014. As campanhas para os governos estaduais deixaram um buraco de cerca de R$ 75 milhões. Não é coisa que se possa pagar com bravatas.

Vaccari-PF-300x168

do Lauro Jardim:

João Vaccari Neto enfrentará a partir de hoje uma nova rotina na carceragem de Curitiba, onde permanecem detidos Nestor Cerveró, Alberto Youssef, Renato Duque e ainda poucos acusados pela operação Lava-Jato. Outros doze presos ocupam o Complexo Médico-Penal, em Pinhais – entre eles, Adir Assad, Fernando Baiano e Leo Pinheiro, da OAS.

Em fevereiro, os presos de Curitiba foram impedidos de falar com os seus defensores em salas privadas depois de atos de indisciplina de Ricardo Pessoa (UTC) e Gerson Almada (Engevix). Pessoa, por exemplo, foi punido por tentar escrever uma mensagem para os seus advogados, temendo estar sendo grampeado na sala de visitas (Leia mais aqui).

Recentemente, até uma simples barra de cereais foi motivo para presos receberem bronca. Mario Góes, um dos operadores do esquema do Petrolão, foi duramente repreendido por ser flagrado comendo escondido a barra que alguma visita lhe forneceu.

Foto: Gustavo Miranda – Arquivo O Globo jaques wagner - gustavo miranda-arquivo o globo

de Elisa Clavery, O Globo:

O ministro da Defesa Jaques Wagner afirmou, na manhã dessa quarta-feira, no Rio de Janeiro, que não vê motivos para que o tesoureiro do PT João Vaccari Neto, preso nessa manhã, pela investigação da Operação Lava-jato, se afastasse das funções ou do partido político. Ele afirmou que não é favorável à tese de que basta uma denúncia para se afastar as pessoas.