Tag

tradução

Browsing

autobiografia - escravo Do Globo:

Que aqueles ‘indivíduos humanitários’ que são a favor da escravidão se coloquem no lugar do escravo no porão barulhento de um navio negreiro, apenas por uma viagem da África à América, sem sequer experimentar mais que isso dos horrores da escravidão: se não saírem abolicionistas convictos, então não tenho mais nada a dizer a favor da abolição.”

As palavras são de Mahommah Gardo Baquaqua, ex-escravo nascido no Norte da África no início do século XIX e que trabalhou no Brasil antes de fugir das amarras da servidão em Nova York, em 1847. O trecho consta do livro “An interesting narrative. Biography of Mahommah G. Baquaqua” (“Uma interessante narrativa: biografia de Mahommah G. Baquaqua”, em tradução livre), lançado assim mesmo, em inglês, pelo próprio ex-escravo, em Detroit, no ano de 1854, em plena campanha abolicionista nos EUA. A obra jamais foi traduzida para o português, permanecendo desconhecida do público brasileiro.

jabuti2

Do G1:

O Prêmio Jabuti anunciou nesta quinta-feira (16) os vencedores da sua 56ª edição. O prêmio de literatura brasileira havia listado dez obras finalistas para cada uma das 27 categorias. A cerimônia de premiação está marcada para o dia 18 de novembro de 2014, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

“Reprodução”, de Bernardo Carvalho, venceu na categoria Romance. “Amálgama”, de Rubem Fonseca, foi o ganhador em Contos e Crônicas. Em Poesia, o vencedor foi “Bernini – Poemas 2008-2010”, de Horácio Costa; e “Getúlio – Do Governo Provisório à Ditadura do Estado Novo (1930-1945)”, de Lira Neto, venceu como melhor biografia.

Veja aqui a lista completa dos ganhadores.