Tag

vice

Browsing

joao-arruda1603a

O deputado federal João Arruda, secretário-geral do PMDB do Paraná, não deixa por menos. Denunciou “um plano sórdido para vender o partido ao prefeito Gustavo Fruet (PDT) na eleição de 2016.” Os maus bofes de Arruda foram provocados pela aproximação do deputado estadual Anibelli Neto à caterva de Gustavo Fruet. Tão escancarada a manobra que Anibelli compareceu à convenção do PDT com ares de aliado de Fruet. O que pretende Anibelli? Segundo João Arruda, quer ser vice de Fruet e para isso precisa solapar a candidatura própria de Maurício Requião Filho.

“O PMDB não vai abrir mão de lançar candidato em Curitiba pra negociar meia dúzia de cargos com o Fruet”, reagiu João Arruda.

cida e ana seres - brasilia

A vice-governadora Cida Borghetti e a secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres, estiveram em Brasília nesta terça-feira (21) para tratar diversos assuntos de interesse do Paraná com representantes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, o FNDE. “Foi uma reunião muito proveitosa, discutimos vários temas que estavam pendentes, inclusive a liberação de recursos”, disse a secretária.

Fruet e richa - jul2015

do Blog do Tupan:

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) está sondando aliados para disputar a reeleição em 2016. Hoje, a 1ª opção é o PSC, de Ratinho Junior. Mas a incerteza da aliança está fazendo com que Fruet ouse cada vez mais. Agora ele está enviando sinais de que gostaria de ter de dividir o altar eleitoral com os tucanos. Ontem, no Palácio Iguaçu, o pedetista trocou sorrisos com o governador Beto Richa (PSDB), indicando uma reaproximação. Fruet, apesar de flertar com o PSC, sabe que o tempo de televisão do PSDB é muito mais atrativo.

miriam_goncalves2

“PT do Bem” é como ficou conhecida a corrente interna no PT nativo constituída da turma que não participou nem recebeu benesses do mensalão, do petrolão ou de qualquer outra fonte ilícita de desvios de recursos públicos. Pois essa corrente quer reerguer o PT em bases sólidas e fiéis às origens do partido.

Para isso, pretende lançar candidatos onde puder e principalmente na capital. Aqui, poderá apresentar a vice Mirian Gonçalves ou até mesmo o ex-deputado federal Ângelo Vanhoni.

Resta saber se o outro PT vai permitir. Mirian Gonçalves tem boas chances. Na eleição passada, derrotou os adversários das correntes mensalistas e petrolíferas e saiu candidata a vice. Contra tudo e contra os ministros e sua trupe.

eduardo leite c.c.1

O vice-presidente da Camargo Corrêa, Eduardo Leite deixou ontem a sede da Polícia Federal em Curitiba após negociar um acordo de delação premiada com a Operação Lava Jato. Leite estava detido desde novembro e agora vai para prisão domiciliar. Ele já é réu em processo relacionado ao escândalo da Petrobras. As informações são da Folha de S. Paulo.

richa - decreto

Neste momento, o governador Beto Richa (PSDB) está em reunião com todo seu secretariado no Palácio Iguaçu. Seu primeiro ato no encontro foi assinar o decreto que congela seu próprio salário, os salários da vice-governadora Cida Borghetti e dos secretários estaduais. O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB) participa da reunião.

richa decreto2

Foto: Aniele Nascimento – Gazeta do Povo
Richa-Aniele-300x202

Governador determinou que secretários façam o mesmo.

de Rogério Galindo, Caixa Zero, Gazeta do Povo:

O governador Beto Richa (PSDB) fez publicar em Diário Oficial nesta quinta-feira um despacho determinando que os salários dele, da vice Cida Borghetti (Pros) e de todos os secretários de estado não sejam pagos no mês de janeiro.

Segundo o texto, a medida é tomada “como reconhecimento e, em prol, das medidas de austeridade recentemente adotadas com vistas ao ajuste fiscal do Estado”. O despacho determina que não serão creditados os valores de todos os secretários estaduais, incluindo os secretários estaduais.

cida e beto -

Em entrevista a Gazeta do Povo nesta segunda-feira (5), a vice-governadora Cida Borghetti disse que pode ser a interlocutora do Paraná junto ao governo federal já que o Pros, seu partido, faz parte da base aliada ao governo Dilma Rousseff (PT). “Me coloquei à disposição para fazer essa interlocução com o governo federal. Esse nosso trabalho, essa nossa experiência em Brasília, como relatora setorial do orçamento que fui, vice-líder do meu partido na Câmara dos Deputados, atuando em várias comissões, chefe do escritório do governo do Paraná em Brasília no governo Jaime Lerner, também fez com que pudesse ao longo desses anos construir um bom relacionamento. Nós queremos buscar nesse momento a oportunidade de levar os bons projetos do Paraná e trazer os recursos necessários. Acho que podemos ajudar e muito. Além de toda a bancada federal, nossos deputados federais, nossos senadores, que serão grandes parceiros nesse novo momento que eu tenho certeza que será muito melhor”, disse Cida à repórter Kelli Kadanus.

Veja a a entrevista na íntegra.